terça-feira, 8 de julho de 2008

Você vem assim de repente, vinda de um conto como um sonho bom.


Derepente quando me viro e vejo você,
chego a ficar sem ação, paralisado.
você chega e me abraça assim do nada.
Eu apenas tento acreditar naquilo tudo.
Você chegando depois de muito tempo.
Depois de muita magoa, recebo um abraço.
como se aquele abraço levasse toda a tristeza,
que existia ainda no meu coração.
E levou,realmente levou...
Tinha tantas perguntas, tanto o que falar,
mas naquela hora isso não importou...
O importante já estava acontecendo.
Queria ter sido duro, cruel, mau.
Mas você sabe que não conseguiria.
Sentir você perto de mim, foi bom.
Foi quase um sonho... sonhos acabam.
O abraço acabou, a vida continuou.
E novamente eu acordei, parecia tão real.
Não sabe o quanto precisei daquele abraço.
Se foi real? Pra mim foi, mas acordei.

4 comentários:

priscylla satos disse...

esse texto foi pra mim....

Wanderson Lana disse...

É, esses abraços acabamrápido mesmo. Faz tempo que não recebo um abraço assim. Nem, como o autor, imaginar que ele existe. Acho que até esqueci como é.

Abraço!

Janaina disse...

"Os sonhos acabam, mas a vida continua, trazendo outros dias, outras noites, conseqüentemente, outros sonhos... em cada sonho, um abraço diferente... mas em cada abraço, a mesma sensação... a de ser abraçado..."

Janaina dos Santos

- tchóo, eu to aqui tentando, mas não tem comparação... você escreve muito bem..

parabénss!! BeeijoO

Luiz Toin disse...

Acabam rapido , mnasi são os melhores, inesqueciveis.....

Abraços, amigo.